Bruna Franchetto

Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo.


Áreas de Atuação:
Teoria GerativaFonologia;MorfologiaSintaxe
Temas de Investigação:
Línguas Indígenas (Amazônia Meridional) Interfaces fonologia; Morfologia, Sintaxe.

Possui graduação e mestrado na Faculdade de Filosofia – Università degli Studi di Roma La Sapienza (1975) e doutorado em Antropologia Social pela Universidade Federal do Rio de Janeiro (1986). É professor associado da Universidade Federal do Rio de Janeiro, docente do corpo permamente do Programa de Pós-Graduação em Antropologia Social do Museu Nacional e professor colaborador da pós-graduações em Linguística e Arqueologia. Tem experiência e produção em etnologia e linguística, com ênfase em Línguas Indígenas, atuando principalmente nos seguintes temas: Alto Xingu, línguas indígenas brasileiras (karib e aruak), documentação linguística, teorias da gramática, tradições orais indígenas, artes verbais, antropologia da educação escolar indígena. Coordena os Projetos ‘Documentação de línguas indígenas: exploração de fatos gramaticais, históricos e etnolinguísticos a partir de arquivos multimídia’ (CNPq PQ Ib) e o Programa de Documentação de Línguas Indígenas-PRODOCLIN, iniciativa Museu do Índio e UNESCO. Coordenou o projeto Levantamento Sócio-Linguístico e Documentação da Língua e das Tradições Culturais das Comunidades Indígenas Nahukwa e Matipu do Alto Xingu (Edital CFDD/MJ e IPHAN/INDL, 2009-2010). Coordenou de 2006 a 2008 o projeto ‘Evidências linguísticas para o entendimento de uma sociedade multilíngue: o Alto Xingu , Edital Universal MCT/CNPq 02/2006. É assessor/consultor do Instituto Socioambiental, da UNESCO, dos Programas internacionais para a documentação linguística (línguas ameaçadas) DOBES (Alemanha) e SOAS (Reino Unido); da National Science Foundation (EUA). É membro dos conselhos editoriais da revista Mana – Estudos de Antropologia Social (0104-9313), do Boletim do Museu Paraense Emílio Goeldi (0077-2232). parecerista do Boletim do Museu Paraense Emílio Goeldi (0077-2232), Cadernos de antropologia e imagem (0104-9658), – Ciência Hoje (0101-8515), – Identities-Global Studies in Culture and Power (1070-289X), Mana – Estudos de Antropologia Social (0104-9313), Science, entre outros. Membro Titular do Conselho de Ensino para Graduados e Pesquisa (CPEG) da UFRJ, 2005-2007. – Membro do Comitê de avaliadores externos no seminário de Análise de Cenários e Formulação de Macro-estratégias do Planejamento Estratégico do Museu Goeldi (MCT). Salinópolis (Pará), de 13 e 14 de outubro de 2005. Membro da Associação Brasileira de Antropologia (ABA), Membro da Comissão de Assuntos Indígenas, de out. 1988 a out. 1990 e de outubro 2002 a outubro de 2004. – Associação Brasileira de Linguística (ABRALIN), Coordenadora Científica da área Línguas Indígenas do Congresso e Instituto de Verão da ABRALIN, gestão 2006-2007.

 

Agências de Fomento

 
 

Coordenação

Coordenadora:
Professora Aleria Lage
alerialage@letras.ufrj.br
Substituto Eventual da coordenadora:
Professor Andrew Nevins
andrewnevins@letras.ufrj.br

Contato

Entre em contato pelo e-mail ou pelo telefone oficial da Pós-Graduação: 

Endereço

Programa de Pós-graduação em Linguística
Faculdade de Letras da UFRJ
Av. Horácio de Macedo, 2151
Sala F. 321
Cidade Universitária - CEP 21941-917
Rio de Janeiro - RJ